Quem somos

Todos por ele: junte-se a nós!

Espaço criado pela sociedade civil para divulgar ações e promover a solidariedade ao jornalista paraense Lúcio Flávio Pinto, que no decorrer das últimas décadas sofreu 33 processos por veicular em seu Jornal Pessoal informações e denúncias de interesse público sobre a Amazônia, mas que contrariam aos interesses de elites econômicas e políticas regionais.

Além dessa constante perseguição judicial destinada a conter o seu trabalho, o jornalista já sofreu agressões físicas e foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará por denunciar esquema de grilagem de terras na Amazônia.   O crime: ofensa moral por chamar o grileiro de grileiro. Ele não só terá que indenizar a família do criminoso como também perderá a condição de réu primário, tornando-o ainda mais suscetível a novas condenações.

Aliado a essa iniciativa, “Pessoal do Lúcio Flávio Pinto” é o grupo criado no facebook para congregar os leitores e apoiadores do trabalho do jornalista. Para se inscrever, é necessário apenas solicitar a participação.

Anúncios

21 Respostas para “Quem somos

  1. Blogueirozinho de merda, sensacionalista, passa informações infundadas e muitas inverdades…
    Legal ver que não tem medo de falar de gente poderosa, e não tem que ter mesmo, afinal, alguém tão descrédulo e tão inútil, não precisa temer uma retaliação de pessoas tão superiores como as que tentas atingir…

    • Caro Diego,

      O seu comentário, além de vazio, raivoso e contraditório, em nada contribui para um debate democrático – mas, exatamente para fomentar o ambiente democrático, vamos deixá-lo exposto aqui.

      Parece que você está falando de si mesmo, pois a trajetória de mais de 40 anos de jornalismo de Lúcio Flávio Pinto, detentor de inúmeros prêmios nacionais e internacionais na área da defesa dos Direitos Humanos, é o espelho invertido de seu comentário. E o jornalista defende exatamente o direito à liberdade de opinião para que pessoas como você e outras que contribuem para o bom debate público continuem expressando o que pensam.

      Da Moderação do Blog Todos com Lúcio Flávio Pinto

  2. Manoel de Christo Alves Neto

    Lúcio, renovamos nosso apoio a sua luta que também é nossa.
    A verdadeira Justiça se fará, pois não estás só. E essa longa caminhada será enfrentada por todos os que almejam por justiça.

  3. Joao Bosco Brito da Luz

    LUCIO FLAVIO PINTO. Não pare. Vá até a última instância. Permita-me juntar aos seus defensores e vamos ao STF onde já há diversas decisões em favor da “liberdade de expressão”, como foi o caso da “Marcha da Maconha”. Vamos bater às portas da SIP – Sociedade Interamericana de Prensa que, há pouco, decidiu:
    Universidade do Fórum SIP na Colômbia expõe ameaças que assombram a liberdade de expressão

    Miami (23 de janeiro de 2013.) – Com uma destacada participação de acadêmicos e estudantes, a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) realizou um fórum universitário em Bogotá, que denunciou os perigos para a liberdade de expressão na América América e da necessidade de proteger essa liberdade através de mecanismos constitucionais de cada nação.

    O fórum, realizado ontem na Universidade dos Andes, foi aberto pelo reitor Pablo Navas e Vice-Presidente da Comissão de Chapultepec SIP, Roberto Pombo, diretor do jornal colombiano El Tiempo. A atividade faz parte dos Embaixadores de Chapultepec SIP para promover debates abertos sobre a liberdade de imprensa nas Américas acadêmico centros.

    Durante sua apresentação, o presidente da SIP, Jaime Mantilla, estabeleceu que a liberdade de expressão “é o direito básico de sonho, expressar e compartilhar idéias, pensamentos e preocupações de todos os cidadãos e, ao mesmo tempo, encontrar formas ou o sistema mais adequado para assegurar o gozo deste direito fundamental para a existência da democracia em nossas sociedades. ”

    “Site” da SIP: <://www.sipiapa.org/v4/contactenos.php?idioma=sp

  4. Dick Barros

    Corrajem + competência + honestidade + cidadania = Lúcio Flávio. Quanto mais processos ele responde, mais prova o quanto é grande seu valor e o quanto o judiciánio no Brasil é, no mínimo, incompetente.

  5. Dick

    Estamos todos de olhos abertos. Mexeu com Lúcio Flávio, mexeu com o povo conciente e honesto.

  6. Ebenezer

    Lúcio Flávio Pinto não é um mártir, pelo menos nunca se propôs a isso, sua história no jornalismo no Brasil é reconhecida internacionalmente, suas matérias são infelizmente a única fonte confiável no Estado do Pará. Sua condenação é um absurdo, esse fato diminui a confiança e a esperança em um país mais seguro, lamentavelmente. Quem conhece nossos Brasis e de alguma forma já ouviu falar do Estado do Pará, sabe que o fisiologismo e o mandonismo ainda imperam, ser ético, fazer de sua profissão um ato nobre de compromisso com a emancipação coletiva do povo desinformado e iludido deveria ser motivo de homenagens e honrarias. Poderíamos estar falando de um típico caso de inversão de valores, mas acreditem, não se trata disso. E falando em inversões, os velhos do Pará não podem ser eternos daria uma inversão se não mais adequada pelo menos mais oportuna para uma nem tão velha canção regional se de alguma forma suas influencias nas novas gerações realmente estivesse diminuindo.
    Ser analfabeto absoluto no Estado do Pará não é uma novidade, porém ser analfabeto político ainda é, não porque eles nunca existiram mas porque simplesmente nunca souberam de sua triste condição, pensem no mal que a grande imprensa realiza nestas pobres almas sem condições de estabelecer comparações ou a mais simples análise dos fatos que são apresentados, é nesse universo desfavorável e semanticamente opressor que o trabalho diferenciado e sobretudo ético do Jornalista Lúcio Flávio Pinto torna-se uma necessidade, prova de que existe um brasil que ainda resiste, que sonha e que trabalha para o fortalecimento de nossa democracia, pelo efetivo controle social das tomadas de decisão ainda feitas de formas escusas, utilizadas para manter privilégios e não assegurar direitos e deveres.

  7. Meu nome é Osvaldo Aires e não conheço na minha luta contra esses bandidos aqui relatados nenhum juiz dignos todos são pilantras inclusive as juízas. Que me processem seus bando de bandidos de togas cornos. Chega de esses merdas condenarem pessoas direitas, querem fazer justiça? Condenem então a suas mães por criarem seus filhos da p* no mínimo covardes.

    http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com/2012/03/ordem-dos-advogados-do-brasil-seccional.html#!/2012/03/ordem-dos-advogados-do-brasil-seccional.html

    Vamos à luta
    Osvaldo Aires
    piconsultoria@hotmail.com

  8. Víctor Rogério

    Chegará o tempo em que, no Brasil, jornalistas da estirpe de Lúcio Flávio Pinto receberão prêmios devido ao seu zelo pelo labor, à veracidade de seus escritos e, acima de tudo, à paixão pela profissão.
    Enquanto esses tempos quiméricos não chegam, ao invés de pregarem em suas respectivas paredes os prêmios porventura merecidos (e recebidos), vão fincando condenações da justiça.
    Esse paradigma há que ser mudado.

  9. Socorro Veloso

    Junto com Lúcio e com as pessoas de bem, sempre. Um abraço daqui de Natal e do curso de Comunicação da UFRN!
    Socorro Veloso

    • DR. ABBOUD LAHDO

      PRECISO DA AJUDA DE VOCES. TENHO FARTAS E ROBUSTAS PROVAS. HOJE ME AMEAÇAM COM FALSAS ACUSAÇÕES. QUEREM CALAR A VOZ QUE DENUNCIA OS DESMANDOS
      NOBRE AMIGO :

      O CNJ IGNORA O QUE PASSA NA JUSTIÇA. ENTÃO É DE SE PERGUNTAR, ESTARIA O CNJ CUMPRINDO O SEU PAPEL, OU APENAS VIVENDO DE APARENCIAS E A CORRUPÇÃO CONTINUA CADA VEZ MAIS PROFUNDA?

      AJUDE A DIVULGAR

      É BOM CONHECER UM POUCO DA JUSTIÇA:
      É BOM VERIFICAR AS DENUNCIAS DO DR. ABBOUDLAHDO NO YOU TUBE SOBRE A JUSTIÇA NO BRASIL

      estes são alguns vídeos que fez sobre invasão de terras no ms pelo poder judiciario
      SOU JORNALISTA FOTOGRAFICO E TAMBÉM DIRIGI O FILME DE LONGA METRAGEM INTITULADO PARALELOS TRAGICOS

  10. jorge alves costa

    Essa justiça é uma farsa…
    Esses juízes julgam para seus grupos; deveriam estar fora do poder judiciário…

  11. Ítalo Carvalho

    Continue o seu trabalho de forma digna como ele sempre foi realizado…quanto ao resto;continuo comprando os seu JP todos os meses religiosamente.
    Um grande abraço;
    Ítalo Carvalho.
    Recife – Pe

  12. Sergio Guilherme Souza

    Acho o Lúcio o Jornalista de maior credencial na Amazônia, em geral, e no Pará, em particular.
    Quantos jornalistas temos neste Pará tão sofrido que têm o “peito” de escrever e levantar questões tão sérias e polêmicas a respeito do que fazem os poderosos do Estado e/ou do País.
    Parabéns, Lúcio Flávio!
    Continue na luta!
    e conte comigo!!

  13. Estou tentando contato, em nome do coletivo Guppy.CC http://www.facebook.com/guppycc), com o Lúcio pra oferecer uma forma de engajar mais pessoas e possibilitar arrecadação mais rápida e transparente do dinheiro que ainda falta. Estamos com uma equipe a postos pra propagar a causa pelo mundo.

    Vocês podem me ajudar fazendo a ponte com o Lúcio?

    • Caro Brunno, perdão pela demora na resposta.

      Agradecemos a sua participação e informamos, conforme postado, que a arrecadação atingiu o valor estimado da indenização. Se houver necessidade de nova arrecadação, informaremos.

      Mas as pessoas que se interessarem em continuar a ajudar o Lúcio podem depositar quantias pequenas, menos de R$ 10, na conta indicada neste blog, na seção Participe também.

      O e-mail de contato do jornalista Lúcio Flávio Pinto é jornal@amazon. com.br

  14. Lúcio, a FASE que é uma ONG com 50 anos de existência e intervenção social, junta-se à tod@s que neste momento manifestam apoio ao seu papel de jornalista comprometido com os processos vivenciados pelo povo da Amazônia, oferecendo nosso testemunho a muitos processos onde o jornalismo éticoe criterioso exercido por você, através do Jornal Pessoal se constituiu em elemento fundamental na análise e posicionamento de nossa instituição. Conte conosco

  15. Pingback: Continuam os manifestos de apoio a Lúcio Flávio Pinto | TODOS COM LÚCIO FLÁVIO PINTO

  16. Maura Campanili

    Lúcio, que triste esta história não ter fim! Essa inJustiça nos envergonha a todos. Maura

  17. Adriana Higino

    Lucio, além de jornalistas e amigos, nós, seus leitores, estamos apoiando a causa, que é muito justa. Injusta está sendo a “justiça dos tribunais”.
    Um abraço,
    Adriana
    Tucuruí – PA

Manifeste solidariedade

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s