Caso de Lúcio Flávio Pinto foi abordado no programa Voz do Cidadão, da CBN

Na tarde desta terça, 05, durante a veiculação do último boletim do programa Voz do Cidadão, o comentarista da rádio CBN Jorge Maranhão abordou o manifesto do Comitê de Proteção para Jornalistas (CPJ) divulgado na semana passada em defesa de Lúcio Flávio Pinto, editor do Jornal Pessoal recentemente sentenciado pela justiça paraense a pagar cerca de R$ 410 mil por danos morais e materiais, após veiculação de matéria sobre o acúmulo de patrimônio por um grupo de comunicação local, as Organizações Romulo Maiorana.

No programa, que teve como tema “Quando a liberdade de expressão é ameaçada pela própria justiça?”, Maranhão menciona uma série de casos de perseguição judicial, por meio dos quais veículos de comunicação de todo o Brasil são inviabilizados de realizar plenamente seus trabalhos por manifestarem críticas contra os poderes públicos e grandes grupos empresariais locais.

“O Brasil tem que definir de uma vez por todas se é uma republiqueta totalitária, coibindo a liberdade do cidadão de se exprimir, ou se quer ser um país com cidadania desenvolvida”, criticou Maranhão.

Clique aqui e ouça o comentário na íntegra.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Dizem por aí

Manifeste solidariedade

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s