JP nº 518 já nas bancas

Veja as chamadas do Jornal Pessoal nº 518, primeira quinzena de agosto:

CASO DOROTHY

Quem esteve por trás?

Um agente da Polícia Federal vai ao cartório e apresenta sua versão – que diz verdadeira – sobre o assassinato da irmã Dorothy Stang, praticado em 2005. Segundo ele, os fazendeiros presos são inocentes. O culpado é o delegado de polícia de Anapu. Dá para acreditar?

E mais:

  •  UM DILÚVIO CHAMADO DUCIOMAR
  • QUANDO A JUSTIÇA REPRIME
  • CENTENÁRIO DE EIDORFE

Errata que o Lúcio nos envia:

Ao ler a edição impressa do JP que irá amanhã para as bancas, Lúcio Flávio percebeu um erro crasso. De imediato redigiu uma correção. Mas como ela só sairá na edição da 2ª quinzena de agosto, pediu para o blog antecipá-la. E para os leitores a reproduzirem.

Quando estavam no meu texto, os pistoleiros de dirigiram para matar a irmã Dorothy, na matéria de capa da edição passada. Quando o jornal foi impresso, eles já se dirijiam. Como o j indevido usurpou a função de direito do g, não sei. Mais um mistério da tecnologia. Fantasmagoria digital. Perdão, leitores; quase morri de vergonha. E imerecida, juro. Tanto que saiu na internet já sem a gralha inadmissível. Xô!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em O que Lúcio nos diz

Manifeste solidariedade

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s